Um mercado flutuante na Tailândia

Description

Description

Damnoen Saduak, Tailândia

Damnoen Saduak é o mais tradicional mercado flutuante nas proximidades de BangkokRead in English 'Um mercado flutuante na Tailândia'

Conhecer um autêntico mercado flutuante estava no topo da lista de coisas que eu queria fazer assim que comecei a planejar minha viagem para a Tailândia. Em 2004 passei um mês no país, trabalhando em Bangkok.

Damnoen Saduak fica a 100 km de lá, mas é o mercado flutuante mais próximo da capital tailandesa. Com um pouco de planejamento e muita sorte, consegui aproveitar bastante o passeio até lá.

A aventura até o mercado flutuante

Acordei às 4h da manhã, já que Damnoen Saduak fica a mais ou menos 1,5 hora do centro de Bangkok.

No dia anterior eu tinha combinado com um taxista indicado por um amigo. Há ônibus até lá (que por sinal custam uma fração do que gastei com taxi), mas como minha agenda estava super apertada – sim, que tinha que estar de volta ao escritório às 9h da manhã – eu não tinha muita opção.

Na hora H, nada dele aparecer. O danado esqueceu! Coitado, hoje, pensando bem, talvez ele não tenha nem entendido direito o combinado… Se é difícil encontrar taxistas que falam inglês no Brasil, imagina na Tailândia, onde até o alfabeto é diferente!

Como eu já estava acordada e no lobby do hotel, o concierge arrumou outro motorista para me levar, ficar lá me esperando e me trazer de volta.

A brincadeira custou 1000 Baht (moeda local – veja a conversão aqui). Na época ficou o equivalente a uns 30 dólares.

Acredito que paguei mais do que deveria, mas naquela época não havia tanta informação na internet sobre custos de passeios, e quase não existiam blogs de viagem. Quer dizer, eu não tinha a mínima noção do que era justo.

Hoje, sei que há excursões saindo de Bangkok a partir dos $35 dólares que incluem o trajeto e o passeio de barco, sendo que meus $30 foram só para a viagem… Mas na época me pareceu o melhor negócio do mundo por causa da conveniência. Era de madrugada e eu queria alguém naquela hora pra ficar por minha conta pelas próximas 5 horas.




O mercado flutuante

O mercado flutuante em si é algo único.

Tradicionalmente, é como os tailandeses, vietnamitas, indonésios, etc. costumavam comprar e vender frutas, verduras e legumes. Hoje, nem tanto, mas eles mantêm a tradição em alguns locais, principalmente nas áreas rurais.

No Damnoen Saduak, a grande crítica é que o lugar perdeu a autenticidade. Como expliquei no vídeo, depende muito da hora que você chega. Eu tenho certeza de que vi algo bem autêntico por estar lá tão cedo.

E cedo, no caso, é relativo. Eu achando que estar lá às 6h seria praticamente de madrugada, mas descobri que os locais começam a se preparar na verdade por volta das 3h da manhã! Oficialmente o mercado se encerra ao meio-dia, mas por volta das 11h30 boa parte dos vendedores já se foi.

Minha viagem foi há bastante tempo, mas quando eu estava editando o vídeo, todas as lembranças dos cheiros, sons, da negociação na calculadora,… começaram a vir à tona. Inclusive meu medo de cair do barco ao ficar de pé, algo que para aquelas mulheres parecia a coisa mais natural do mundo.

É claro que não havia a necessidade de chegar lá tão cedo, mas se você quer fugir da onda de turistas, é o que indico… É como chegar aos pés do Cristo Redentor às 10h da manhã…

Mas nem tudo são flores. Anos depois desse passeio, ao conversar com outras pessoas que também tinham ido lá, descobri que existem vários golpes relacionados ao mercado flutuante de Damnoen Saduak. Alguns taxistas ganham comissão do local que organiza os passeios de barco para levar turistas, e eles acabavam cobrando preços absurdos. Hoje, com tudo tabelado, parece que a coisa está mais organizada. Mesmo assim, chegue com um pé atrás.

O taxista que me levou parecia não estar envolvido no esquema, pois nem saiu do carro. Chegou lá e dormiu o tempo inteiro. Durante o passeio de barco, eu era uma das poucas ocidentais ali.




Chegando em Damnoen Saduak

O táxi foi a maneira mais conveniente para mim, mas não necessariamente é a melhor ideia para todos. Então, seguem mais algumas opções:

Ônibus desde Bangkok
Há ônibus saindo da rodoviária ao sul de Bangkok diretamente para Damnoen Saduak. A passagem custa cerca de 50 Baht. Pegue o ônibus #78, que sai a cada 40 minutos a partir das 6h da manhã.

O lugar onde você precisa saltar fica a 1 km mais ou menos do mercado flutuante em si, mas dali você já pode ir de barco.

Passeios guiados saindo de Bangkok
Se você prefere evitar ir por conta própria, várias empresas organizam tours a partir de Bangkok. Vi essa lista no TripAdvisor

A vantagem é que você pode combinar a visita a Damnoen Saduak com alguma outra atividade durante o dia, além de ter um guia te explicando a história e fatos interessantes da cultura local.

Gostou? Dá um Pin! 🙂

Viagem para Tailândia: Conhecendo o mercado flutuante de Damnoen Saduak, a 1,5 hora de Bangkok

Viagem para Tailândia: Conhecendo o mercado flutuante de Damnoen Saduak, a 1,5 hora de Bangkok

Viagem para Tailândia: Conhecendo o mercado flutuante de Damnoen Saduak, a 1,5 hora de Bangkok

Obrigada por vir nesta viagem comigo!

E se você tiver tempo, considere ir também ao mercado flutuante de Amphawa, que fica um pouco mais longe. Eu não pude ir, mas soube que é menor que o Damnoen Saduak e, na alta temporada, pode ficar bem cheio também. O mais importante é ver com antecedência o horário de funcionamento, já que alguns mercados flutuantes só acontecem nos finais de semana.

Bjs e tudo de bom,

Viagem para Tailândia: Conhecendo o mercado flutuante de Damnoen Saduak, a 1,5 hora de Bangkok Viagem para Tailândia: Conhecendo o mercado flutuante de Damnoen Saduak, a 1,5 hora de Bangkok

E você? O que achou? Tem mais alguma dica?

Contact

Contact
  • Category
    Ásia
  • Location
    Bangkok, Tailândia
  • Tags
    asia, bangkok, mercado flutuante, tailandia

Informações adicionais

Informações adicionais
  • Observação
    Há links de afiliados comerciais neste blog (quando você clica e decide comprar algo, pode conseguir algum desconto enquanto eu ganho uma pequena comissão). Valeu pelo apoio caso você decida utilizá-los. Isso ajuda a manter este projeto. Obrigada!
E você? O que achou? Tem mais alguma dica?